Especial | Posse, 146 anos de emancipação política

Dia 19/07/2018 é o aniversário de 146 anos de emancipação política do município de Posse-Goiás. Por estes longos anos, desde o início, muita coisa aconteceu, o município cresceu, enfrentou e enfrenta dificuldades e passa por um novo ciclo de transformação e evolução, iniciado há pouco mais de uma década. 

O município de Posse teve seu início quando imigrantes nordestinos vieram para a região fugindo da seca e procurando terras boas para cultivo.  Assim, após um tempo de adaptação, o pastoreio, o curral, o engenho e a lavoura, passaram a constituir a economia da população da época. O município foi primeiramente chamado de Buenos Aires, nome dado em homenagem aos descendentes de argentinos, portugueses, uruguaios. 

Logo nos primeiros anos de fundação, houve uma decadência do povoado, devido ao impaludismo (infecção causada por protozoários do gênero Plasmodium transmitida pela picada de mosquitos do gênero Anopheles) que os atingiu. O que acabou gerando a retirada dos habitantes para a zona da chapada, fronteiriça à Serra Geral ou das Araras, onde se formou o novo povoado de "Posse", topônimo decorrente do "apoderamento" da área à margem do Córrego Passagem dos Gerais, pelos primitivos habitantes.

O fundador, senhor Nazário da Silva Ribeiro, construiu uma capela em louvor a louvor a Nossa Senhora Santana, em torno da qual foram surgindo várias moradas, e com o rápido desenvolvimento da indústria rural, agricultura e criação de gado, o povoado passou a distrito, pela Resolução Provincial nº 11, de 24 de novembro de 1855.

Porém, sua autonomia municipal foi concedida somente em 19 de julho de 1872, pela Resolução Provincial nº 485, com a nova denominação de "Nossa Senhora Santana de Posse", mais tarde mudado para o topônimo original: POSSE. O grande salto para o desenvolvimento de Posse foi dado com a inauguração da rodovia asfaltada BR-020, Brasília(DF)-Fortaleza(CE), que passa pelo município, a partir dos fins da década de 1970.

História da UEG na cidade de Posse

A Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Posse (FACLEP) foi criada pelo Decreto Estadual nº 4.201, de 23 de março de 1994, mas teve suas atividades de fato iniciadas com a Lei Estadual nº 13.456, de 16 de abril de 1999, quando a autarquia se tornou Unidade Universitária da UEG. À época contava com dois cursos de graduação, Licenciatura em Matemática e Tecnologia em Processamento de Dados. O curso Tecnologia em Processamento de Dados foi aprovado pelo Decreto nº 5.181, de 13 e março de 2000, com efeito retroativo a 1999. Em 2005, este curso foi substituído pelo de Licenciatura em Informática, conforme consta na Resolução CsU nº 28, de 23 de setembro de 2005 e que, no ano seguinte, foi novamente substituído pelo curso de Sistemas de Informação, conforme estabelece a Resolução CsU nº 038, de 16 de agosto de 2006 e, permanece em funcionamento até os dias atuais.

No ano de 2008 o curso de Licenciatura em Letras foi transferido da então Unidade Universitária de Caçu para a Unidade Universitária de Posse, estando em funcionamento até os dias atuais. No ano seguinte, em 2009, foi implantado o curso de Tecnologia em Agropecuária, sendo substituído no ano de 2012 pelo curso de Tecnologia em Produção de Grãos, e este substituído por Agronomia no ano de 2018. Veja os cursos do Câmpus.

Fonte: IBGE com informações do Câmpus Posse

(Contribuição: Késia Mariana | Bolsista do curso de Letras

Edição: Ronaldo Ferreira da Silva | Docente do curso de Sistemas de Informação)

Destaques

Links Importantes